LISTA DE EXERCÍCIOS 003 – Oligopólio

 

Exercícios Teóricos

  1. Quais as características de um mercado monopolisticamente competitivo? O que ocorre com o preço e a quantidade de equilíbrio em tal mercado quando uma empresa lança um produto novo e melhor?
  2. A curva de demanda quebrada descreve a rigidez de preços. Explique o modo de funcionamento do modelo. Quais são as suas limitações? Por que motivo surge a rigidez de preços nos mercados oligopolísticos?

Exercícios Numéricos

1. A curva de demanda inversa para um determinado produto é dada por P(Y) = 100 - 2Y, e a função de custo total para qualquer firma pertencente à indústria é CT(y ) = 4y.

     

    1. Se a indústria desse produto fosse perfeitamente competitiva, quanto seria produzido e a que preço? Qual seria o lucro de cada firma?

       

       

    2. Se existisse apenas uma firma na indústria, quanto seria produzido, a que preço, e qual seria o lucro auferido por esse monopolista?

       

       

    3. Se houvesse duas firmas de operando no mercado, de modo que suas decisões ocorressem simultaneamente e em termos de quantidade, quais seriam suas curvas de reação, a quantidade que cada uma produziria, o preço do produto, e os lucros auferidos por cada firma?

       

    4. Se as duas firmas entrarem em conluio, quanto será produzido por cada uma delas, qual será o preço de mercado, e qual o lucro que cada empresa irá auferir?
    5. Se uma das firmas agir como líder e a outra como seguidora, quanto será produzido, que preço será cobrado e qual será o lucro auferido pela firma líder? E pela firma seguidora?

2. Considere uma indústria com a seguinte estrutura. Há 50 firmas que se comportam como se estivessem num mercado perfeitamente competitivo e que possuem uma função de custo idêntica dada por C(y) = y2/2. Existe, adicionalmente, um monopolista que tem custo marginal igual a 0. A curva de demanda pelo produto dessa indústria é dada por: D(p) = 1000 - 50p.

    1. Qual é a curva de oferta de cada uma das firmas competitivas? Qual o total ofertado pelo setor competitivo?
    2. Se o monopolista estipula um preço p, qual o total que ele pode vender?
    3. Qual o nível de produção que maximiza o lucro do monopolista? Qual o preço correspondente?
    4. Quanto o conjunto de firmas competitivas irá ofertar dado o preço em (c)?
    5. Qual será a oferta total do produto?

Questões ANPEC

(ANPEC 94) Questão 8

As firmas de uma dada indústria possuem uma mesma estrutura de custo onde o CMg = $60 e o custo fixo é nulo. A demanda de mercado pelo produto desta indústria pode ser representada por: P = 90 - Q, em que Q e P representam a quantidade e o preço de mercado. Nestas condições determine o diferencial da produção total da indústria entre um duopólio de Cournot e um regime de monopólio.

(ANPEC 94) Questão 9

Duas firmas produzem bens diferenciados, a custos unitários constantes e iguais a 2. As funções de demanda com que se defrontam as firmas podem ser representadas pelas funções e , respectivamente para as firmas 1 e 2, em que e representam os preços e quantidades dos 2 produtos. Nestas condições calcule a soma do lucro a ser obtido pelos dois duopolistas.

(ANPEC 95) Questão 12 (V ou F)

Uma indústria é composta de duas firmas cujos custos marginais são constantes e iguais. Seja P = a - X a curva de demanda da indústria, em que P é o preço, X é a quantidade demandada e a é uma constante. Em um equilíbrio de Cournot, dada a quantidade produzida por uma das firmas, a outra escolhe a quantidade que maximiza seu lucro. Em um equilíbrio de Bertrand, dado o preço de venda de uma das firmas, a outra escolhe o preço que maximiza seu lucro. Nessas condições:

(0) Em um equilíbrio de Cournot, o lucro de cada firma é igual ao quadrado da quantidade que produz.

(1) A quantidade total produzida em um equilíbrio de Cournot é igual a 2/3 da quantidade que seria produzida em competição perfeita por muitas firmas iguais às descritas acima.

(2) Em um equilíbrio de Bertrand, o lucro de cada firma é igual a zero.

  1. A quantidade total produzida em um equilíbrio de Bertrand é igual à quantidade que seria produzida em competição perfeita por muitas firmas iguais às descritas acima.

(ANPEC 96) Questão 14 (V ou F)

Comparando os resultados dos modelos de oligopólio de Cournot, Stackelberg, e Bertrand vemos que:

(0) A firma seguidora de Stackelberg sabe a quantidade produzida pela firma líder quando escolhe o quanto ela mesma produzirá. Ela obterá, então, um lucro maior do que em Cournot.

(1) Quanto maior o número de firmas no modelo de Cournot, mais próximo do custo marginal será o preço de equilíbrio.

(2) No modelo de Bertrand, o preço resultante é menor e a quantidade produzida maior que em Cournot.

  1. A firma líder de Stackelberg produz mais do que produziria em Cournot.

(ANPEC 97) Questão 12 (V ou F)

Uma cartelização de sucesso exige que:

(0) a demanda pelo bem não tenha elasticidade-preço muito elevada

(1) o cartel controle a maior parte da oferta ou que a oferta competitiva (fora do cartel) seja pouco elástica.

(2) os seus membros tenham acesso à mesma tecnologia.

(3)todos os produtores de um setor façam parte do cartel.

(ANPEC 98) Questão 8 (V ou F)

Em um determinado mercado existem somente duas empresas produzindo cerveja em lata. A curva de demanda de mercado por cerveja em lata é dada por

P = 100 - 0,5X , onde P representa o preço e X a produção global do mercado. Suponha que a função custo da empresa A é igual a C A = 5XA e da empresa B igual a CB = 0,5 X2B. Com base no modelo de Cournot, podemos afirmar que no equilíbrio:

(0) O empresário A vai produzir 80, e terá lucro de 3.000; o empresário B vai produzir 30, e terá um lucro de 8.00; o preço de mercado será igual a 45.

(1) O empresário A vai produzir 70 e terá lucro de 3.200; o empresário B vai produzir 40 e terá lucro de 9.00; e o preço de mercado será igual a 40.

(2) O empresário A vai produzir 60 e terá lucro de 3.100; o empresário B vai produzir 20 e terá lucro de 600; e o preço de mercado será igual a 50.

(3) O empresário A vai produzir 80 e terá lucro de 3.000; o empresário B vai produzir 30 e terá lucro de 900; e o preço de mercado será 55.

(4) O empresário A vai produzir 80 e terá lucro de 3.200; o empresário b vai produzir 30 e terá lucro de 900; o preço de mercado será igual a 45.